30 novembro 2013

Eu gosto!

My Favourite Things

Raindrops on roses and whiskers on kittens
Bright copper kettles and warm woolen mittens
Brown paper packages tied up with strings
These are a few of my favorite things

Cream colored ponies and crisp apple streudels
Doorbells and sleigh bells and schnitzel with noodles
Wild geese that fly with the moon on their wings
These are a few of my favorite things

Girls in white dresses with blue satin sashes
Snowflakes that stay on my nose and eyelashes
Silver white winters that melt into springs
These are a few of my favorite things

When the dog bites
When the bee stings
When I'm feeling sad
I simply remember my favorite things
And then I don't feel so bad




do filme Música no Coração



do mar prateado por causa do brilho do sol intenso
do sol a aquecer-me quando me estendo na toalha depois do banho no mar
de estar de olhos fechados debaixo do chuveiro quente
torradas com manteiga
ler na cama de manhã
tinto com amigos à noite
perder-me numa música
...



29 novembro 2013

ler ...


a falta de paciência para ler o decidido pelo grupo de leitura... mas que fase de preguicite e lei do menor esforço, nunca mais passa!

28 novembro 2013

experiências


com o nome do blog
também não é como se fosse uma identidade minha muito arraigada (só algo...) mas já nada tinha a ver com o título deste exercício de solidão auto imposto, nunca este foi um espaço de debate porque eu não sou assim




ai nós

a crise da meia idade  e/ou
as doenças nas famílias  e/ou
as "questões e contrariedades" com os cônjuges  e/ou
... ... ...
minhas e dos amigos
... ... ...
e as reflexões a que isto me leva
... ... ...
mantra:
manter a perspectiva, manter a perspectiva, manter a perspectiva
anseio:
que a calma nos invada e nos inunde da cabeça aos pés e que dela imbuídos consigamos ver-nos a nós e aos nosso sonhos com alguma objectividade, que consigamos ser o suficientemente sábios e generosos na resolução das nossas vidas




o melhor do meu dia

O D. ontem ao jantar gozava comigo na sua tentativa de se adiantar ao "melhor do meu dia" dizendo que o da mãe tinha sido receber o telefonema dele. E eu espantada - não é que foi!
E reiterei a mensagem do seu significado como o sinto e como me conforta - poder confiar em ti porque entendes os valores da educação que te queremos transmitir, é tudo para mim
Continuando assim, os teens poderão não ser tão aterradores : )


26 novembro 2013

Olá de novo ;)



ter um blog desde há para aí uns 7 anos e ir deixando de nele escrever porque se passa mais tempo no Facebook, não é qualquer novidade.
pensar em começar um novo, com outra orientação, menos novidade é! mas não tem sentido algum porque a "linha editorial" continua igual porque eu continuo igual a mim mesma nas tais partes do todo aqui partilhadas - ecléctica, fechada, irreverente, dispersa ...
aqui está mais uma parte do meu todo e aqui vou continuar.
gostava de mudar o nome do blog... aplica-se mais o novo, mas nem averiguei se é possível, não deve ser...


sonho ...



de um quarto grande, com um cadeirão, uma manta de lã fofinha e um candeeiro de leitura
com uma secretária de madeira cor de mel em frente a uma janela com vista... de árvores e com o mar ao fundo (se é para sonhar é para o fazer à grande!)
só não me decido quanto às cores, a tendência é branco, beije azul e madeiras cor de mel ...


20 novembro 2013

a vontade de comer

ao serão.
perceber a razão desta vontade - é super importante.
a mim dá-me quando sozinha na calma do sofá. e só me apetecem "coisinhas" que adoro: um chocolate (inteiro!), umas rodelas de fuet, pipas (estas 2 últimas da minha cultura gastronómica espanhola). mas o pior é que marcha o que houver: bolachas Maria, tremoços, amendoins, gomas, etc, etc 
e não é fome o que tenho, é vontade de picar as tais coisinhas boas, que obviamente sabem bem, mas o que realmente são é fonte de conforto
os americanos têm a acertadíssima expressão «confort food» que abarca esse conceito da comida, normalmente nada saudável mas que a todos, transversalmente, nos apetece em determinados momentos e, no fim nos deixa, invariavelmente, super satisfeitos!
... então, acho que há que ir buscar essa satisfação ao lugar certo, que não é de certeza a comida, e para cada um será ... o que for!



experiências ...

desta feita para fazer craquelet numa cómoda


esta foi com o verniz próprio


e esta, na versão barata, com a fixe da cola de madeira (produto maravilha que serve para tudo e mais um par de botas!)

a tinta deve chegar amanhã, pelo que estiver inspirada este fim-de-semana, ou vai ou racha FINALMENTE!

15 novembro 2013

o melhor do meu dia

independentemente da minha reflexão e do meu propósito individual, consegui  que a família aderisse.
à mesa durante o jantar - o tempo privilegiado de partilha na lufa-lufa do dia-a-dia - pensamos e partilha-mos esse(s) momento(s)
e o melhor do meu dia de ontem foi o maridão ter escolhido este momento familiar como o melhor (junto com mais dois) do dia dele : ) : )

so far, o melhor do dia de hoje é ser sexta, ser um dia de trabalho mais curto, ainda estar sol e ter a querida prima para jantar ; )
be happy!

13 novembro 2013

o melhor do meu dia

este sol fabuloso sobre o céu azul
mais o mar ainda mais azul
e hoje a lua quase cheia, de sonho, a pairar de dia no horizonte.
uma temperatura estupenda
e a sorte que eu tenho de viver num lugar assim

e comi un Santini de nata e doce de leite
e, sobretudo, o melhor do meu dia é -
que o posso fazer!
(junto com estas fotos)

12 novembro 2013

O melhor do meu dia

(vinha virgem - foto minha)
Este Outono fabulástico - em cores, luz e temperatura - que me enche as medidas

11 novembro 2013

O melhor do meu dia

«No final do dia, antes de fechar os olhos e ceder ao cansaço, fazemos um exercício:
escolher o melhor do nosso dia.
Fazemos as pazes com o que correu mal, aceitamos as respostas que ainda precisam de tempo, acalmamos os medos e as angústias e guardamos apenas o melhor.
Podem ser horas de festa ou apenas um instante de silêncio.
"O melhor do meu dia" é uma fotografia feita de letras em que ficamos sempre bem.
É essa a memória que queremos guardar.
É essa a força que queremos para o dia seguinte: adormecer com um sorriso.»

Aqui a origem, as autoras da ideia, tudo

A ideia do "movimento positivo" da Catarina e da Ana encontrou eco em mim por estarmos em sintonia.
Não precisava de companhia neste esforço de tomar consciência de tudo o de bom e positivo que me acontece todos os dias mas, saber que somos muitos por aí fora neste mesmo exercício, dá uma outra amplitude à minha ideia inicial
Nos dias conturbados que vivemos, muitas boas pessoas, a serem positivas, a concentrarem-se no bom, só pode gerar uma energia fenomenal (e eu não sou dada a «energias» mas, provavelmente mais sorrisos na rua, a isso sim já sou dada e reajo)

08 novembro 2013

a minha cara #2





Mini Cone Party Decor | Oh Happy Day

do que os outros me fazem pensar #1

uma outra mulher escreveu 

«Mudar a vida toda por amor é um acto de fé. Acreditar que a distância não separa duas pessoas que desejam mais que tudo ficar juntas, é confiar, em nós, no outro, na vida. Dar passos que outros diriam maiores que as pernas, tomar decisões que outros apelidariam de insanas, cerrar os dentes e calar quando o que queremos é gritar, e arregaçar as mangas para lutar quando o mundo todo se põe em bicos de pés para ficar contra, é ter coragem.
Um dia senti e acreditei que era este o amor pelo qual tinha esperado e sonhado a vida inteira (1). Um dia tive a certeza absoluta que era ao lado desta pessoa que eu queria estar, viver, amar e envelhecer. Um dia acreditei que juntos seriamos capazes de enfrentar ventos e marés até que a paz, a bonança, a calmaria chegasse às nossas vidas ...» Um dia não aconteceu, não conseguimos
Muitos dias depois foram para de novo acreditar que há mais amor e que as certezas, os anseios e os sonhos voltarão


(1) eu não sei se senti que era o amor pelo qual tinha esperado e sonhado a vida inteira porque não tenho consciência de ter esses sonhos, imagino que como mulher romântica os tive também

01 novembro 2013

defeitos ...

sempre que falamos de defeitos falamos de adjectivos em demasia, não? ou seja, 
eu não sou preguiçosa 16h por dia!
eu não sou desorganizada em tudo!
sou super racional mas perco a cabeça e salto sem rede (menos vezes ok)
não me posso definir com A ou B, sou um pouquinho de tudo. e essa é a minha individualidade.
para me fazerem misturaram:
- uma tonelada de sensibilidade
- uma tonelada de racionalidade
- uma tonelada de lealdade
- umas mãos cheias de orgulho
- uma mão cheia de criatividade
e  uma pitada de humor, entre outras coisas em menores doses