22 julho 2016

Scarabeo Camp - amo ser deslumbrada #2


Não é uma fortuna como diz a Mulher Mistério! Eu também poupava para ir caso houvesse companhia!




que simplicidade e gosto!



em todos os detalhes



Scarabeo Camp no meu querido Marrocos

20 julho 2016

Floordrobe & Chairdrobe



já não me lembro se já publiquei estas fotos que encontrei sabe-se-lá onde aqui pela net.
guardei-a poque acho o máximo e se aplica ...




19 julho 2016

ver telejornais, conversar e formar o infante


Já algumas vezes pensei se esta decisão de não voltar a ver telejornais e saber apenas das "gordas" pela net, não será má ideia para o D.
O H também não vê mas lê tudo online e jornais de vários países, mas claro não falamos à mesa do jantar (o local do convívio diário) sobre praticamente nada e quando o fazemos, é naquele momento em que ficamos os dois na palheta e o D já fugiu a correr para os seus múltiplos afazeres e "encontros" online
Quando li este post voltei a esses pensamentos. Uma das situações que me formou, foi em casa os pais não conversarem sobre actualidade, política, ou quase nada!!! Dos aviões o pai trazia jornais e revistas em espanhol para a mãe, lembro-me de gostar de ler o Cambio 16. Sempre comecei pelo fim, pelas crónicas da jornalista... a memória agora... Depois passava para a cultura e algo internacional e mais nada.
Nunca gostei de política, não percebo nada de economia e, já ultimamente, deprimem-me estas descobertas de corrupções a torto e a direito, esta gente que só pensa em si, no seu bolso e network. Não sabem o que é Serviço Público, pensam apenas em arranjar "tachos", etc, etc.
Mas claro, o D fica sem ouvir falar sobre estes temas, fica sem aprender a argumentar, a questionar...
Mais um falhanço!

15 julho 2016

não há coincidências #5

11.07
hoje lembrei-me de voltar a passar pelo Pais com P grande e porque lá se fala de felicidade e, neste último post em concreto, sobre dias de tempestado no mar, não há coincidências.
hoje estou infeliz, desanimada, cansada, com vontade de dormir muitos dias ou desaparecer sem mais responsabilidades.
A Sofia Vieira diz que «a felicidade aprende-se mais nos dias de dilúvio» ela opta por ser âncora, por ainda estar grata por tudo o que é e todos o que tem
Vinha eu por aí á hora do almoço a pensar que até tenha tido uma vida social ocupada e isso contrabalançou o resto dos dias difíceis que aconteceram ... e depois ia escrever aqui mais em detalhe e profundamente mas tive que interromper o monólogo ...

continuando
15.07
Estou a portar-me bem. As segundas-feiras têm sido difíceis, não sei por qué, especialmente a última, mas depois os dias melhoram e eu tenho-me "aguentado bem à bomboca"! expressão foleira de há anos!!!
E tenho sido eu, não tem sido o apoio dos amigos, que sería de onde eu esperaria normalmente a força, o ánimo e distração. Salvo em 2 momentos, tenho sido eu a enfrentar o que me aparece pela proa
A spirulina, a maca devem estar a dar fruto LOL

Moi


08 julho 2016

as minhas batalhas, o meu caminho


uns dias mais escondido que outros


este tem sido um dos meus compromissos comigo própria 


para mim, por mim e pelos que me rodeiam

ela a propósito de outros temas, mas não só, diz, e eu concordo

«... o namoro comigo mesma é para a vida inteira e a minha decisão é cuidar muito bem de mim ...» e as mensagens diárias que lhe fazem bem são-nas também para mim

# Pratica a consistência como um lema de vida
# aceita-te sempre
# rodeia-te (só) das pessoas certas
# faças o que fizeres, sê feliz



07 julho 2016

amo ser deslumbrada



ou melhor, adoro que me deslumbrem! admiro pessoas criativas. pasmo com o que alguns se lembram de misturar e de fazer
o belo faz-me feliz. e o bonito. e o novo. é muito subjetivo, eu sei.
mas desde uma música que me comova ou me faça dançar, a uma sala decorada no estilo sobrio e minimalista Alentejano, a um quarto rústico que se vê na Côté Sud, a um jardim com apenas verdes ou com cores de flores também... e a tantas outras coisas
uau para esta apresentação! uau para as pessoas detrás deste jantar


                       via Grupa

e para as detrás deste filme



e para quem cria arranjos destes que se fizeram na Sociedade


e porque dentro do meu possível quero viver o belo, cada vez faz mais sentido esta minha nova ideia ...

05 julho 2016

28 junho 2016

ponto da (minha) situação



... a festa de máscaras dos 55 anos da Jú, o curso de narrativa fotográfica, o baptizado do Vicente, o aniversário da Ritinha, o Carlos do Carmo e o Ivan Lins, um jantar de amigas, um "café" com outros e a verdade é que os fins-de-semana têm tido uma componente social de que muito gosto e preciso mas até bastante cheia, não esquecendo que a complementar ainda está o ficar e dar apoio a mãe um dia inteiro.
... durante a semana entre as compras de super - que nunca acabam!, a ginástica, o ir levar e buscar da engomadoria, a reunião de notas, o ir pagar a inscrição, a visita aos 2 hospitais, a reunião de irmãos, o ir ver o novo sobrinho, encher máq. de roupa, fazer as camas de lavado, etc, etc - ando cansada! e ainda tenho uma porrada de coisas que arrumar!!!

(já usei esta foto antes, acho-a tão demonstrativa nestas ocasiões!)

acho que é normal e quero manter-me assim porque, apesar de tudo, o humor não anda mal e eu não estou carrancuda, ou estou H? acho que não...
há dias em que tenho a cabeça a mil pois realmente temos pela proa muito trabalho e difíceis decisões mas mais 3 semanas e meia e estaremos na praia 7 dias sem mais que fazer que virar para um lado e depois para o outro, ler, tomar banho e aquecer 1 jantar que me calha a mim
PS - estou desiludida com alguns amigos...

24 junho 2016

a cabeça a mil à hora e o corpo ... ocupado também


ando com os dias muito cheios entre os hospitais e as rotinas. continuo a precisar de mais estimulos intelectuais e contacto com gente. acabei o curso dos diários gráficos e agora estou num de narrativa fotográfica. há aniversários, baptizados, jantares e a vida social pelo meio também tem estado activa. a minha cabeça não para porque temos tanto no nosso prato comúm... e tão sério... mas há muito que não vou ao cinema e essa não sou eu. tenho saudades e agora há filmes para ver e estão todos em casa !!!




acho que definitivamente sou uma pessoa coxa e não há volta a trás!

15 junho 2016

fds grande em Madrid #2

...ainda o Mercado de Motores


que também aderiu à street food








e há um choo choo train que é a delicia de pequenos e graúdos

e dá aso a grandes "discussões" sobre a manutenção das máquinas ...







e famílias bonitas



14 junho 2016

fds grande em Madrid #1

Mercado de Motores
Museo del Ferrocarril - Madrid











Chulapos "a la Tim Burton" da «Muerta Jacinta»


 adorei estes candeeiros feitos a partir de latas de tomate

 e todos tão mas tão simpáticos