24 novembro 2016

22 novembro 2016

Catarse ou Exorcizando




Estou exausta!
Segundo meltdown em 5 meses.
Este totalmente dirigido ao H.
Perdi o pé, deixei-me levar e só gritei as palavras que me saiam e doiam.
Exprimi a dor enorme que me invadiu, a que habita diáriamente comigo há 5 meses.
Deixei-me levar pela corrente e turbilhão das emoções totalmente avassaladoras. Não estou habituada a ser ou deixar-me ser assim. Assusta.
Assusta sentir tanto, sentir tão diametralmente oposto, não saber o que pensar.
Assusta-me o presente e o futuro.
Assusta-me ter magoado.
Assusta-me sobretudo não entender. Porque preciso tanto de entender tudo? Porque preciso de razões, de causas e efeitos?

21 novembro 2016

Grace & Frankie



O D e eu vemos a nossa série e depois é o meu tempo sozinha e divirto-me muito com esta outra
Adoro a luz desta casa com estas janelas fantásticas. Quero uma assim com uma mezzanine na próxima vida! 😍

17 novembro 2016

o mundo em aberto


dei com esta frase por aí, «É proibida a entrada a quem não andar espantado de existir» de José Gomes Ferreira in "Aventuras de João sem medo", não li o livro

não sei se podemos andar sempre espantados por existir, mas pretendo não perder essa qualidade de me espantar com o existir, com tudo e todos os que existem. ciclicamente recordo-mo


12 novembro 2016

T-shirts

Desdobrei a t-shirt e ... surpresa, atrá tinha mais


Como a outra


que por dentro também tinha mais


mas aqui era menos óbvio e na loja disseram-mo 😍



05 novembro 2016

Horta


Sábado


Comprei acelgas roxas, brócolos, alho francês, cebola, fava, alface roxa frisada e espinafres


Fui buscar pedras para marcar as culturas - necessidades de ignorante e questões de estética

Domingo




Todos os vizinhos são uma simpatia. Hoje ofereci alhos franceses e favas

Este vizinho é um mestre, muito a aprender com ele


03 novembro 2016

dos milagres ou da sábia natureza ...





...  36 anos depois deixei de ter rinite, assim de repente, só porque sim! ou foi com "a mudança de idade" ... ou foi o meu corpo que nesta fase percebeu não ía conseguir lidar com isso e as outras novidades e decidiu dar-me um respiro ... seja qual for a razão ou conjunto delas, estou MUITO FELIZ.
foram muitos anos de «não mata mas mói que se farta»
foram tantos anos que já fazia obviamente parte de mim, não era um problema, era mesmo "feitio".
e como ao bom nos habituamos depressa, só o outro dia reparei que não andava a tomar nada para controlar os espirros e hoje realizei em plena consciência que depois de uma péssima fase o ano passado e a ineficiência da homeopatia, agora - desde há uns 3 ou 4 meses - estou BEM, UAUUUUUUUUU
YESSSSSSSSSS