19 dezembro 2012



Gosto do Natal. Gosto das iluminações nas ruas. Gosto de as ver a cintilar e a dar ar de festa às ruas. Gosto das montras decoradas. E gostava de me organizar para poder passear pela Baixa e respirar o Natal. Gosto muito de dar presentes. E gosto de pensar no prazer que vou dar a quem os recebe. Gosto de pensar o que vou comprar. E de pensar nos amigos. Gosto de comprar com prazer e com tempo. Gosto de fazer a árvore de Natal. E de tentar fazê-la sempre diferente. Gosto de decorar a casa. E a encher de velas. Gosto muito de ter um centro de mesa especial. Gosto muito de pôr uma mesa bonita, especial e sempre diferente também. 
Gosto de fazer de conta, por uns dias, que tudo está bem. Gostaria que isto me deixasse feliz mas costuma deixar um espaço vazio

(inspirado em A gata Christie)


08 junho 2012

RUIN'ARTE



no Centro Cultural de Cascais

uma exposição com uma série de fotografias de ruínas do nosso Concelho


muito boas as fotos! 
Casa na Parede
(esta de cima está espectacular- aqui tiradas com telelé)



Monte Estoril
uma pena as ruínas
para nos fazer pensar...

01 junho 2012

pois sim, ando numa de gente gira ...


e muitos são homens pois sim

Saleh Bakri
actor Palestiniano
que conheci no filme La source des femmes



(... e faz hoje oito dias vinham 2 espanhóis comigo no avião... que pinta, que estilo, que charme!!!!!!! não tive lata de puxar do telelé e fotografá-los lol, foi só para regalo da minha vista)


03 maio 2012

E sobre a corrida ao Pingo Doce no dia 1 Maio

Ontem, o D. contou-me que o seu amiguinho e colega P. tinha passado o feriado no Pingo Doce e perguntou-me se eu tinha sabido da promoção. Respondi que não, que só à noite soube no Telejornal.
Ainda quis saber se teríamos ido caso tivéssemos sabido.
- Não, porque somos sortudos e não precisamos de prescindir de um feriado, dia de descanso e lazer, para passar por confusões e fazer filas enormes para comprar o básico e algum extra para o nosso dia-a-dia.

Mas se necessário fosse, estava-me bem ralando com o Dia do Trabalhador ou com o lugar onde a holding do Sr. Santos paga os impostos (como se ele fosse alguma excepção!!!). A vida e a sobrevivência dos meus é mais importante e 50% de desconto, é uma pipa de massa convenhamos!


Gosto de pensar que não andaria a bater-me pelo Skip ou a discutir o tabuleiro de costoletas, que não perderia a compostura e educação por litros de leite, mas isso sou eu

01 maio 2012

27 abril 2012

12 abril 2012

we bought a zoo

O tigre de Bengala - o animal mais bonito do mundo!!!

Elle Fanning - sexy as hell!!!



Colin Ford - que olhos e que olhar!

Maggie Elizabeth Jones - gira!, giríssima!!, super engraçada!!! e que boca!


banda sonora de Jónsi

todos em "We bought a zoo"
eu não gosto de circos nem gosto de zoos

02 abril 2012

Pára de te queixar e faz alguma coisa




Pára de te queixar e faz alguma coisa explicado pelo Luis Soares e como ele diz 


«Toda a gente tem direito a queixar-se, claro. Mas mais do que isso, toda a gente em direito a agir, dar consequência às palavras, a não se limitar a rir do humor que usamos para lidar com as desgraças nacionais. Queixar-se, fazer um post no Facebook, um loke num cartoon, ter uma conversa de café, é fácil. Transformar protestos em acção ou, mesmo quando não é protesto, pura e simplesmente agir, é mais difícil.»


Pode ser interessante seguir...

30 março 2012

Os Bode Expiatório

CASABLANCA


Peddy Peper que recria um clássico em Lisboa.
tendo como ponto de partida o final do filme Casablanca, em que os protagonistas apanham um avião para Lisboa, é encenada uma reconstituição da cidade nos anos 40, repleta de espiões e de refugiados políticos.
os participantes envolvem-se numa perseguição intensa nas ruas de Lisboa, com muitos enigmas para resolver.


Mais uma actividade que promete, saída da imaginação dos Bode Expiatório


Necessita marcação prévia (96 858 18 98); equipas de 2 a 8 pax e com 2h/3h de duração

27 março 2012

La Saeta de António MAchado




LA SAETA

?Quién me presta una escalera,
para subir al madero,
para quitarle los clavos
a Jesús el Nazareno?
Saeta Popular
!Oh, la saeta, el cantar
al Cristo de los gitanos,
siempre con sangre en las manos,
siempre por desenclavar!
?cantar del pueblo andaluz,
que todas las primaveras
anda pidiendo escaleras
para subir a la cruz!
?Cantar de la tierra mía
que echa flores
al Jesús de la agonía,
y es la fe de mis mayores!
!Oh, no eres tú mi cantar!
!No puedo cantar ni quiero
a ese Jesús del madero
sino al que anduvo en la mar!

Agora, a propósito da Semana Santa, um dos lindíssimos poemas do Grande António Machado
e outro grande Joan Manuel Serrat cantando o poema
http://youtu.be/bRgOX70qYh8


uma saeta popular (canção folclórica breve, fervorosa e devota que se canta em certas solenidades religiosas) que se diz serve ao poeta para reivindicar a sua ideia de Jesus e a religião, que nada tem a ver com a oficial. O poeta não quer cantar ao Jesus crucificado, símbolo de sofrimento e martírio, mas ao que andou no mar, uma imagem que evoca muito mais a liberdade 




















22 março 2012

FEITOS EM PORTUGAL

RTP - FEITOS EM PORTUGAL
1º episódio
Os arquitectos do Museu de Foz Cóa
Arqts. Camilo Rebelo e Tiago Pimentel

Continuam os exemplos de bons profissionais portugueses, neste caso penso que todos continuam a exercer em Portugal (os "Portugueses sem Fronteiras" era, como diz o título, os que tinham ultrapassado as nossas fronteiras)

21 março 2012

Dia Mundial da Árvore e da Poesia



Al olmo viejo, hendido por el rayo 
y en su mitad podrido, 
con las lluvias de abril y el sol de mayo 
algunas hojas verdes le han salido. 

¡El olmo centenario en la colina 
que lame el Duero! Un musgo amarillento 
le mancha la corteza blanquecina 
al tronco carcomido y polvoriento. 

No será, cual los álamos cantores 
que guardan el camino y la ribera, 
habitado de pardos ruiseñores. 

Ejército de hormigas en hilera 
va trepando por él, y en sus entrañas 
urden sus telas grises las arañas. 

Antes que te derribe, olmo del Duero, 
con su hacha el leñador, y el carpintero 
te convierta en melena de campana, 
lanza de carro o yugo de carreta; 
antes que rojo en el hogar, mañana, 
ardas en alguna mísera caseta, 
al borde de un camino; 
antes que te descuaje un torbellino 
y tronche el soplo de las sierras blancas; 
antes que el río hasta la mar te empuje 
por valles y barrancas, 
olmo, quiero anotar en mi cartera 
la gracia de tu rama verdecida. 
Mi corazón espera 
también, hacia la luz y hacia la vida, 
otro milagro de la primavera.

António Machado

15 março 2012

Saudades do conhecido

Este era o ano de S. Francisco 
e alguns arredores

tenho vontade de conhecer

nem sei bem porquê : )


mas as saudades do conhecido

é algo que me sucede amiúde 
e desde há tempo que o Rio chama por mim 


há muitos anos que não volto
e queria muito partilhá-lo e gozá-lo com os meus homens

e ver os amigos de S. Paulo...

27 fevereiro 2012

alguns filmes que me lembro gostei em 2011








estreio-me em dar opinião

que vale o que vale
há tantas que leio por aí e fico sem perceber...
sobre gustos y colores no han escrito los autores
e assim, por exemplo

Gwyneth Paltrow em Tom Ford

Penélope Cruz em Giorgio Armani

Octavia Spencer em Tadashi Shoji (nem sei quem é ele!)

Milla Jovovich em Elie Saab

13 fevereiro 2012

03 fevereiro 2012

a minha "parede nova"



era mais uma fotografia de telemóvel, para assinalar o momento e mandar à prima ansiosa por ver o resultado.
acabou por ficar muita gira!!! eu acho ;  )

27 janeiro 2012

fotos de pés


não gosto nem deixo de gostar desta parte específica do nosso corpo
sempre achei os meus horríveis
mas já me deram tesão um par de pés morenos enfiados nuns mocasins de camurça


gosto muito destas fotos
suponho que pelo que transmitem

(esta tirada dos Dias de uma princesa)