15 setembro 2008

tenho andado ocupada a trabalhar a um bom ritmo, sem grandes canseiras, e a pôr em dia uma série de assuntos/tarefas

ainda não as acabei, acabou foi a "jornada contínua de verão" e, como disse uma colega espanhola:
- custa mais que o regresso de férias, poças!

QUERO SÓ TRABALHAR ATÉ ÀS 16 e ganhar o mesmo

não me tem apetecido escrever

não sei o que dizer

apetece-me fazer

e até tenho feito...

posso dizer que está a chegar a minha estação favorita - pela luz e cores

que ainda tenho feito uma praia deliciosa

que recebí um insulto: "loira burra vai prá quinta da marinha" + umas ordinarices que nem me atrevo (e não sou púdica)

e que amanhã nem vou conseguir escrever devido à 1ª aula de bodypump de hoje

e prontosssss

ah! e porque raios a músiquinha de fundo agora começa a meio?!

1 comentário:

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

No fim de férias, o melhor é mesmo adaptarmo-nos ao trabalho devagarinho, senão lá se vai o efeito num instante