29 janeiro 2008

Karl Blossfeldt (1865 – 1932)

Laserpitum siler
Beckmannia cruciformis (à direita)
Impatiens glandulegera (à esquerda)
Karl Blossfeldt trabalhou com uma câmara fotografica de sua invenção que lhe permitia um aumento de até 30 vezes o tamanho real.
Só fotografou plantas e conseguiu mostrar as formas incríveis que a natureza toma.
Por estas alturas a fotografia era uma ferramenta científica que permitia retratar o mundo com precisão. A fotografia ainda não era comunmente considerada como uma forma de arte.
Diz-se que o trabalho de Blossfeldt pode ser encarado como uma transição entre estas duas formas de encarar a fotografia.
Conforme prometido ao Zoo

5 comentários:

125_azul disse...

Maravilhoso! Há pessoas com uma capacidade peculiar de observar o mundo e todos ficamos mais ricos com isso. Beijinhos apressados de quem anda a trabalhar tanto que não tem tempo para nada.

Álex disse...

bom trabalho pelo menos!
bjs

mulher a dias disse...

Sim senhora, quem havia de dizer que isto eram plantas ampliadas! Muito bonito, menina. Já vi que a menina conhece muitas coisas bonitas!
Boa noite e até amanhã

JG disse...

Este vai já direitinho para o meu "Século Prodigioso". Maravilhoso presente, álex.
Obrigado.
Bjjjjjjjjj

JG disse...

Estas belas fotos já lá estão no meu Século Prodigioso, com anúncio de publicidade e a tua sugestão no Zoo.
Obrigado.
A galeria ficou linda.

Diverte-te muito amanhã, se não chover.
Eu vou ficar no meu cantinho :)))
Bjjj