11 março 2008

flores para os 191 mortos e os 1841 feridos em Madrid há 4 anos

1 comentário:

JG disse...

E a dor inesquecível para quem perdeu os seus entes queridos, e a estupfacção de quem assistiu, impotente, à manifestação de Espanha revoltada e em pranto, e a memória que fica do horror do terrorismo, e ao nosso dia a dia em que esse mal está sempre presente e não cessa!
Beijo